11 de outubro de 2011

Papai do céu...

Oi, Deus!

Já peço desculpas por não saber direito fazer uma oração, é assim que se chama a nossa conversa não é? ORAÇÃO... Pois é, tô precisando conversar e sei que és o meu melhor amigo.

Tô com medo. Medo de estar fazendo errado, de estar escolhendo o errado, tô com medo de sofrer com a escolha. Preciso de ajuda, me ajuda a fazer o certo.

O coração pede paz, calma, tranquilidade, amor... A razão pede paz, calma e tranquilidade, acho que não quer saber de amor. Meu coração tá dizendo que se eu escolher segui-lo vou sofrer, mas tenho a opção de ser feliz, o problema é que a razão diz o mesmo. E agora? Estou confusa. Não quero seguir nem coração, nem razão, quero que escolha por mim o melhor. Preciso que guie os meus passos pelo caminho certo, eu o seguirei sabendo que mesmo que haja dor, foi o Senhor quem escolheu e que se assim o fez, é porque no fim, ou até mesmo no meio dessa estrada isso vai passar.

Papai do céu, sei que não conversamos muito, mas é tão bom desabafar contigo, Tu estas sempre aqui para me ouvir, me amparar... Obrigada! Sei que por vezes minha fé é pequena, mas ela nunca morre pois mesmo quando ela adormece, o Senhor me concebe coisas maravilhosas. Me desculpe por as vezes não agradece-lo, mas saiba que sou grata à todas as graças na minha vida.

Pai, estou indo agora, e prometo que conversaremos mais vezes. Essa pequena conversa me trouxe uma paz enorme, obrigada ...

Um comentário:

  1. Lindo texto! parabéns

    visita e segue: http://vidasuperpink.blogspot.com/

    ResponderExcluir

" Quando viesse a escrever sua história, ela se perguntaria exatamente quando os livros e as palavras haviam começado a significar não apenas alguma coisa, mas tudo. "

Markus Zusak


;*